notícias
14 Oct


Discurso da directora da Escola do Porto na abertura do novo ano lectivo

A Directora da Escola de Hotelaria e Turismo do Porto, partilha connosco o discurso que elaborou para a abertura do ano lectivo 2010/2011 nas novas instalações da Escola:

"Exmos. Senhores Coordenadores, Exmos. Senhores Chefes de Secção, Exmos. Senhores Formadores, Exmos. Senhores Colaboradores, Caríssimos Alunos que continuam a sua formação, e Caríssimos Alunos que agora começam:

Os que já me conhecem, sabem-me não ser demasiado formal, e este início não é muito ilustrativo do meu estilo. É protocolar, clássico, tradicional e pesado, e por isso contrastante com as instalações de modernidade “state-of-the-art” que agora ocupamos. Mas o tal parágrafo inicial foi intencional! E porquê?
Porque a Escola de Hotelaria e Turismo do Porto é um organismo com 40 anos de existência, ao longo dos quais, fruto do seu rigor, exigência, domínio técnico, cultura organizacional, “esprit de corps”, formou a nata dos profissionais do sector da hotelaria, restauração e turismo do nosso país e outros que optaram por além fronteiras, com o mesmo grau de competência e sucesso.

E a EHTP, sigla pela qual irão muito rapidamente tratá-la, foi e é ainda uma escola inspiradora das outras pertencentes à actual rede de Escolas do Turismo de Portugal e que continuam, todas (são 16 no total), nessa senda de qualidade. Perguntar-se-ão o porquê desta referência… é simples… a EHTP passa a contar, a partir deste ano lectivo, com umas instalações sonhadas por muitos, há muitas décadas. Esse sonho é agora realidade. Vêem-no, sentem-no, e até ainda o cheiram, pela frescura da tinta! Como Directora hoje, sou herdeira, eu própria, dos sonhos dos Directores Luís Garcia Contente, Renato Silva, Olinda Pinto e Paulo Morais Vaz, que antes de mim, lutaram para que a Cidade tivesse a Escola que agora temos. Sinto-me, por tal facto, honrada por o tempo me ter dado essa enorme responsabilidade, e espero fazer justiça à missão que me foi confiada. É esse um dos meus mais sólidos compromissos.

Mas uma Escola, e uma Escola como a nossa, não são paredes, nem equipamentos, nem móveis. São pessoas: professores, funcionários, fornecedores, vizinhos, mas são, acima de tudo e todos, Vós, os Alunos. É essa a nossa razão de existir, viver e a medida do nosso sucesso. Quanto melhores profissionais no futuro forem vocês, melhor seremos todos nós.

Muitos dos que aqui estão comigo, ao meu lado, são um produto disso mesmo: de um passado que abriu sendas seguras para o futuro, e que agora é posto nas vossas mãos; como uma herança intangível, compete-vos recebê-la, respeitá-la, usá-la, melhorá-la, e passarem-na para as gerações seguintes. Nesta nova Escola, tal será infinitamente mais fácil, e certamente mais agradável.

Não quero deixar no entanto, de referir os 40 anos do Bonjardim… mais uma vez não pelas paredes, mas pela história e pelas histórias que por lá passaram. Mas o caminho faz-se caminhando, e agora que estamos numas instalações exemplares, não podemos esquecer as velhas paredes que foram testemunhas do crescimento pessoal e profissional de milhares de alunos, de centenas de professores e de dezenas de funcionários, que atravessaram regimes, governos, modas, concorrentes, com uma serenidade, competência e preocupação pela constante actualização e modernização, que permitem, hoje, a tão ansiada mudança de instalações, das quais vocês serão os primeiros beneficiários.

Poderão contar a partir deste momento com a nossa inteira dedicação à vossa formação. Com o empenho multiplicado pelos mais de 7000 m2 que dispõem para aprender; Pelas excelentes condições que vão usufruir, pela já mencionada longa e honrada herança, pela responsabilidade na conduta pessoal que vos será exigida na aprendizagem da atitude profissional que será o vosso maior activo no futuro, na total inflexibilidade que teremos na passagem da nossa Cultura de Escola, que se resume pelo respeito, civismo e urbanidade de todos para com todos, e ainda pelo que a todos pertence: a Escola, no seu sentido lato e estrito, no que não se toca nem vê, e no que será posto ao vosso uso.

Bem-vindo ao ano lectivo de 2010/2011, e que hoje seja o primeiro dia, não do resto das vossas vidas, como diz o poema, mas do princípio da vossa profissão escolhida, para que Portugal seja um país mais conhecido, mais rico, mais moderno, mais culto, mais europeu, mais global.

A todos, bem hajam, e nossos maiores sucessos e um ano cheio de trabalho e alegria e de consequentes bons e excelentes resultados.

Muito obrigada"

newsletter
Subscreva a nossa Newsletter. Receba informações sobre as nossas escolas
siga-nos
outras redes