Publicado em

27 de agosto de 2020

Escola do Turismo de Portugal //

Portimão

Bar: inovação e criatividade são o passaporte para o sucesso
Image

O mundo do bar tem atravessado diversos períodos de mutação ao longo dos tempos, mas tem estado sempre presente, seja em que cultura for. Várias civilizações tiveram um papel ativo no que concerne à criação de álcool, fosse ele usado como medicamento ou como alimento.


Speakeasy Bar


Na altura da Lei Seca, aplicada no Estados Unidos nas décadas de 20/30 do séc. XX, foram criados os bares Speakeasy (bares clandestinos). Este nome foi atribuído, pois para que os consumidores pudessem ter acesso às bebidas alcoólicas ilícitas, naquela época, seria necessário “sussurrar as palavras específicas”!



Quando a lei da proibição foi levantada, este tipo de bares caiu no esquecimento, mas recentemente voltaram a ficar na moda devido às suas características, muito procuradas pelo público atual.



O cliente procura, cada vez mais, experiências/sensações diferentes e foi nesse sentido que os bartenders tiveram de se reinventar, de forma a poderem inovar e ir ao encontro das expectativas e exigências da atualidade.


Este tipo de bares aposta em novas tendências que cada vez mais os barmen têm de colocar em prática nos seus estabelecimentos.


4 New Trends no Bar:


• Aposta em bares do estilo Speakeasy com ambientes que nos remontam ao início do século XX;


• Reconstrução dos cocktails clássicos, ajustando e modernizando os sabores ao palato contemporâneo;


• Criação dos seus próprios drinks inéditos, efetuando fermentações e destilações nos seus bares, tal como a produção das suas cervejas, rum, gin, vermute, bem como xaropes, bitter´s, shrubs e switchel caseiros;


• Elaboração de cocktails com food pairing, de forma a que o cliente tenha uma experiência completa de um cocktail a harmonizar com gastronomia, utilizando assim técnicas de fusão do bar com a cozinha.


Sabia que…:


SHRUB é uma bebida refrescante que era popular nos Estados Unidos antes dos refrigerantes se tornarem comuns. Tradicionalmente, era feito demolhando frutos silvestres (embora possam ser utilizadas outras frutas) em vinagre num período até duas semanas. Depois, retiravam-se as bagas e juntava-se açúcar ou mel. Este concentrado era armazenado, diluído com água conforme gosto e servido com gelo. Esta era então uma forma de conservação das frutas naquela altura. Hoje em dia, os bartenders recuperaram esta técnica antiga para utilizarem nas suas criações, podendo substituir assim o tradicional sumo de citrinos, para conferir a parte ácida ao drink.


SWITCHEL é outro refresco à base de vinagre, por norma aromatizado com gengibre. Pode ser adoçado com xarope de ácer, melaço, mel e/ou outros adoçantes. O switchel é refrescante e energético, estando associado à colheita do feno e a outros trabalhos físicos que requeriam grande resistência. Esta bebida é uma verdadeira novidade no mundo do bar, pois para além de conferir acidez às composições de bar, provoca também uma sensação de salivação. O salivar provoca a necessidade de beber mais!


BITTER’S são preparados à base de álcool ou glicerina infusionados com ervas, plantas, especiarias, raízes, frutas e cascas. Eram bebidas terapêuticas medievais e eram comercializadas como elixir, que serviam para aliviar as dores de estômago. Estes amargos adicionam complexidade às bebidas, acentuando os gostos como a acidez e a doçura e conferem mais profundidade ao sabor da bebida. É um ingrediente muito produzido e utilizado pelos barmen nos seus estabelecimentos, que proporciona um twist completamente diferente e original, mesmo em composições clássicas.


VERMOUTH é “um vinho aromatizado”, cuja origem remonta à Antiga Grécia e pensa-se que foi criado por Hipócrates. Esta arte de adicionar sabores ao vinho, tais como especiarias, absinto, plantas, frutas e outros, foi mantida até aos dias que correm pelos monges, médicos e alquimistas. Hoje em dia, os bartenders trouxeram esta técnica de elaborar os seus próprios vermutes, selecionando os seus ingredientes e proporcionando uma experiência alternativa às bebidas já instituídas no mercado. Atualmente, existem diversos Speakeasy que, para além de criarem os seus próprios vermutes, infusionando os vinhos, criam as bebidas de raiz, fermentando ou destilando no próprio bar, e que têm autênticos laboratórios de bar dentro dos estabelecimentos, onde muitas vezes dispõem de salas privadas onde os clientes poderão assistir a algumas criações das suas bebidas, proporcionando assim uma experiência única.


Nos cursos de Técnico de Restaurante Bar (COLOCAR HIPERLIGAÇÃO) e Gestão de Restauração e Bebidas (HIPERLIGAÇÃO), da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão, dinamizamos a aprendizagem destas novas tendências ao longo da formação, proporcionamos workshops com desafios de cocktails & food pairing, desenvolvendo assim o sentido de criatividade dos nossos alunos.

Como exemplo disso, tivemos no decorrer do passado ano letivo, workshops direcionados a alunos inscritos na Summer School, provenientes de Goa e de Macau, bem como a organização de vários concursos de cocktails inter-escolas (Cocktail Challenge e Festival de Cocktails Poejo Mendes), em que os alunos dão largas à sua imaginação, criando cocktails que harmonizassem com alimentos doces ou salgados.


Podemos concluir que é de extrema importância criar algo único e memorável, de modo a que o cliente fique com vontade e curiosidade de voltar para ser novamente surpreendido. É necessário apostarmos cada vez mais na diferenciação para que os nossos clientes tenham a nítida perceção daquilo que nos distingue dos restantes. Para isso, devemos continuar a apostar na formação de excelência dos nossos atuais e futuros bartenders, dignificando e enaltecendo esta profissão, que permite contribuir para a promoção do turismo nacional.


Poderão encontrar a oferta formativa da EHT Portimão AQUI


Artigo elaborado por Rita Raimundo, Formadora de Restauração e Bebidas na Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão, Consultora e Promotora de Eventos.


Image

contactos

Em caso de dúvidas, entre em contacto connosco.

Email:

formacao@turismodeportugal.pt

Newsletter

Siga-nos

Image